FAQ - PERGUNTAS FREQUENTES


1 - Por que utilizar a terapia celular?

Nos equinos de esporte as lesões mais comuns são as artropatias, desmopatias e tendinopatias, causadas pelo grande esforço realizado durante as provas. Os tratamentos convencionais utilizam anti-inflamatórios e repouso; entretanto, estas ações são apenas paliativas. Pesquisas recentes demonstraram que a terapia celular, que inclui a utilização de células-tronco e PRP, possui propriedades anti-inflamatórias e regenerativas, podendo ser utilizada também no tratamento de patologias dos sistemas neurológico, reprodutivo e respiratório.


2 - Quais são os riscos para o animal?

A aplicação de células-tronco é segura; todavia, os riscos são os mesmos de qualquer procedimento que necessite de sedação e aplicação de medicamentos no animal.


3 - Como posso saber se meu animal tem capacidade de receber a terapia celular?

Todo animal deve passar por uma série de exames clínicos e laboratoriais para que o tratamento seja realizado. Uma informação importante é que o animal deve ter todas as liberações sanitárias para o tratamento.


4 - Existe garantia de que o tratamento vai funcionar?

Não. Apesar de as células-tronco serem extremamente eficazes na maioria dos tratamentos, um conjunto de fatores deve ser levado em conta, como, por exemplo, o estado do animal, o tempo e a gravidade da lesão e a qualidade das células produzidas no laboratório.


5 - Posso utilizar células-tronco de outros animais? É seguro?

Sim; no entanto, assim como nosso sistema imunológico baseia-se no DNA para rejeitar qualquer célula ou corpo estranho em nosso corpo, as células-tronco de outro animal também serão atacadas pelo sistema imunológico do animal receptor.

O procedimento de tratamento com células-tronco de outro animal (heterólogas) é seguro, mas não tem a mesma eficácia que o tratamento com as células-tronco do seu próprio animal (autólogas).

É sempre preferível tratar seu animal com suas próprias células. O tratamento heterólogo é aplicável em situações nas quais não haja tempo suficiente para se fazer a retirada do tecido do animal ou a qualidade de suas células esteja muito comprometida pela idade ou por um estado avançado da doença.


6 - Heterólogo X Autólogo

O tratamento com células-tronco heterólogas é seguro, no entanto é menos eficaz que o tratamento feito com células autólogas. É sempre recomendável tratar o animal com suas próprias células, pois isto proporciona maior segurança sanitária. O tratamento heterólogo somente é justificável em situações nas quais não haja tempo suficiente para fazer a retirada do tecido ou a qualidade de suas células esteja muito comprometida pela idade avançada ou pelo estado do animal.


7 - Quem é o profissional mais indicado para tratar meu animal?

O médico-veterinário especializado em terapia celular clínica é quem tem a capacidade para avaliar de forma holística a condição do animal e indicar ou não o tratamento com células-tronco produzidas pela EQUIMEP. Além disso, esse profissional deve atuar em conjunto com o veterinário clínico ou o cirurgião para planejar a melhor forma de aplicação dessas células-tronco.


8 - Como posso saber se meu animal pode fazer a terapia celular?

O procedimento é muito simples; seu animal deverá passar por uma consulta com seu veterinário, que irá direcionar o tratamento. A EquiMep oferece todo o suporte técnico-científico em terapia celular para seu veterinário.




VOLTAR PARA O TOPO